Reajuste no preço do combustível foi para evitar desabastecimento, diz Petrobrás

Petrobras divulgou um vídeo em sua no Youtube, na noite deste sábado, 12, para explicar o aumento no preço do combustívelDe acordo com a empresa estatal, o reajuste foi necessário para evitar o desabastecimento. “A Petrobras ficou 57 dias sem ajustar gasolina e diesel, e mais de 150 dias de gás de cozinha. O último reajuste foi necessário para manter o fornecimento por todas as emprestas, mitigando riscos de desabastecimento. Hoje, a Petrobras produz e continuará produzindo petróleo com responsabilidade e segurança, fazendo a sua parte para um Brasil com maior segurança energética. Para a Petrobras, transparência é fundamental”, diz um trecho do comunicado.

O vídeo não deixa de ser uma resposta para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que havia mandado um recado direto ao presidente da PetrobrasJoaquim Silva e Luna, mostrando descontentamento com a política de preços da estatal e o aumento do combustível. Na última quinta-feira, a empresa anunciou reajustes na gasolina (18,8%), no diesel (24,9%) e no gás de cozinha (16,1%). Aos jornalistas, o chefe do Executivo disse que o governo federal está de mãos atadas e pediu que Silva e Luna tenha “sensibilidade” diante de um cenário de guerra no Leste Europeu que acaba afetando o mundo inteiro. “Lá atrás, no governo Temer, fizeram a PPI [Preço de Paridade Internacional]. É uma coisa que ninguém entende. Se tiver que mudar isso aí, a Petrobras terá de apresentar uma proposta. Agora, não pode a Petrobras trabalhar visando ao lucro com o mundo em crise, com o preço do combustível bastante alto aqui no Brasil”, disse Bolsonaro.

(Por jovempam.com.br)

%d blogueiros gostam disto: