Prisão de Roberto Jefferson é mantida

Foto: Felipe Menezes/PTB Nacional

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes rejeitou nesta terça-feira, 31, um pedido da defesa de Roberto Jefferson e decidiu manter a prisão preventiva do presidente nacional do PTB.

Moraes afirmou que a medida é “imprescindível” para garantir a ordem pública. Ele também entendeu que não há provas de que o ex-deputado enfrente problemas de saúde. Ontem, Jefferson passou mal, chegou a ser levado para uma unidade de saúde e foi diagnosticado com uma infecção que atinge os rins.

Leia mais: “Presidente da CPI da Covid participa de festa com aglomeração e convidados sem máscara”

Após o cliente passar mal, a defesa de Jefferson fez um pedido para que o Supremo autorize a transferência dele para o Hospital Samaritano, no Rio. A decisão ainda não foi tomada.

“É uma questão humanitária, e, se o ministro Alexandre de Moraes não responder hoje, responderá por tortura”, disse o advogado Luiz Gustavo Cunha a Revista Oeste.

(reprodução da Revista Oeste)

%d blogueiros gostam disto: